É um dos temas preferidos da indústria do cinema com entusiastas um pouco por todo o mundo. O homem sempre se fascinou pelo espaço e a verdade é que já passaram mais de 50 anos desde que a União Soviética levou o primeiro homem ao espaço - Yugi Gagarin, e desde que Neil Armstrong pisou o chão da Lua, em 1969.

Nas últimas décadas, muitos têm sido os avanços no setor das viagens espaciais e, hoje em dia, até se discute a possibilidade de, num futuro próximo, virmos a ter turistas espaciais. Parece-te bem? Se és um aficionado por esta temática, continua a ler. Temos 7 factos que desconheces sobre exploração espacial.

O preço das viagens

Tudo o que envolve a exploração espacial é extremamente caro. Para teres uma noção, estima-se que a missão Apolo 11 que levou o primeiro homem à Lua tenha custado 25,4 bilhões de dólares. Atualmente isso equivaleria a algo como 136 bilhões de dólares, portanto, muito, mas muito dinheiro. Hoje procura-se mais eficiência, a todos os níveis, especialmente financeiro, mas, ainda assim, esta continua a ser uma ciência que requer investimentos bastante avultados.

Como é a alimentação dos astronautas?

Não muito agradável e até bastante aborrecida. Os astronautas não podem transportar muita carga com eles, portanto, a comida não pode ultrapassar os 17 kg por dia. A alimentação de um astronauta consiste em refeições super processadas nas quais apenas é necessário adicionar água ou aquecer. Nada de fruta, vegetais frescos ou lacticínios.

A partilha das casas de banho

Esta é uma história engraçada e tem a ver com a Estação Espacial Internacional. Há rumores que a certa altura começou a haver mal estar entre os astronautas americanos e os russos relacionado com a partilha das casas de banho. Ao que tudo indica, a dieta dos russos incluía alimentos básicos mas que de alguma forma acabavam por entupir as sanitas. Os americanos chegaram a baní-los do uso das sanitas.

Almoçar com um astronauta

O centro espacial da NASA na Flórida tem um programa que inclui uma apresentação especial feita por um astronauta ao longo de um almoço. No final, podem fazer questões e tirar fotografias. É um presente perfeito para todos os space geeks.

O cheiro da lua

A lua cheira a quê? Segundo alguns astronautas que por lá passaram, a lua cheira a cinzas molhadas ou pólvora gasta. Sobre o espaço em si, existe também o relato de que este cheira a bife queimado.

Seguros fora do comum

Os primeiros astronautas não conseguiam fazer seguros de vida, tendo em conta os grandes riscos que enfrentam na atividade profissional. Por isso, como forma de garantir que as suas famílias ficavam salvaguardadas caso algo lhes acontecesse, eles autografaram as suas fotografias para mais tarde serem leiloadas, se fosse necessário.

Canetas da NASA e os lápis da Rússia

Alguma vez ouviste a história de que a NASA teria gasto milhões de dólares a tentar criar uma caneta que funcionasse em gravidade zero, enquanto que os russos utilizavam um lápis? É bastante conhecida, mas não é verdadeira. Os lápis são bastante perigosos no espaço já que são inflamáveis. De facto, o simples partir de um bico de lápis, de grafite, no espaço pode significar um grande risco para o equipamento. Existem sim canetas espaciais da NASA e foram desenvolvidas por uma empresa privada do setor, que gastou um milhão de dólares a tentar criar uma caneta que funcionasse no vácuo, passando por temperaturas extremas. Foram vendidas 400 unidades à NASA por 2,95 dólares cada.