Depois de em 2020 a Google I/O ter sido cancelada devido à pandemia de Covid-19, a conferência da Google voltou este ano com uma presença 100% virtual para apresentar os novos lançamentos. Ainda assim, a Google deixou de fora hardware novo, sendo que era esperado o anúncio do novo Google Pixel 5a ou até os Pixel Buds A, o que não aconteceu.

Smart Canvas e mais produtividade no Google Workspace

O teletrabalho aumentou para níveis nunca antes vistos nos últimos meses, e a Google decidiu acompanhar este crescendo para melhorar a produtividade da utilização dos seus serviços. Chama-se Smart Canvas e permite maior fluídez entre as suas diferentes plataformas de trabalho, como o Docs ou o Sheets.

O Smart Canvas traz uma série de funcionalidades com o objetivo de concorrer diretamente com plataformas como o Trello, Asana, entre outras. Fazendo também uso da grande utilização do Google Meet, será agora possível fazer videochamadas diretamente sem sair da área de trabalho.

Google

LaMDA: Tornar os assistentes virtuais mais "reais"

A LaMDA (Language Model for Dialogue Applications) é uma nova ferramenta que poderá revolucionar o mundo dos assistentes virtuais. Foi desenhada com base em conversas de pessoas reais, de forma a criar um dataset mais aproximado da realidade, podendo desta forma ter uma conversa fluída, tornando a experiência mais real.

Segundo o CEO da Google, Sundar Pichai, esta tecnologia pode envolver-se de forma fluida em praticamente qualquer tema. Na conferência, a LaMDA apareceu também no papel de Plutão (o ex-planeta), conversando com ela própria no que parece realmente ser uma conversa "normal".

Google

Project Starline

Possivelmente o projeto mais experimental anunciado pela Google nesta conferência, o Starline ambiciona aproximar as pessoas numa altura em que é bastante difícil reduzir as distâncias. Esta tecnologia pretende tornar a experiência de uma videochamada realista ao ponto de nos fazer acreditar que estamos efetivamente na presença da pessoa que está do outro lado.

Ambas as pessoas se sentam em frente a uma espécie de ecrã onde é apresentada a imagem da outra pessoa. Até aqui parece uma videochamda normal. Contudo, a parte WOW aparece quando percebemos que a imagem do ecrã não é apenas um video em 2D, mas sim uma representação realista em 3D. (A experiência é difícil de demonstrar num vídeo, uma vez que o vídeo será apresentado em 2D)

Youtube (Google)

Google Health na ajuda à identificação de doenças

A nova funcionalidade do Google Health permite tirar uma fotografia à nossa própria pele, seja a um sinal ou algum tipo de marca, responder a uma série de perguntas, como por exemplo que sintomas tem tido ultimamente, obtendo depois uma resposta indicando o que poderá essa marca significar ou que tipo de problema poderá estar associado.

Google

Google Maps terá novas rotas e melhorias com ajuda de IA

A Google começou por anunciar a adição de 150km de ciclovias ao seu Google Maps. Depois apresentou duas grandes novidades na geração de rotas: mais eco-friendly, que indica qual a rota mais adequada no que ao meio ambiente diz respeito, com menos gastos de combustivel e menos libertação de emissões, e rotas mais seguras, que conta com ajuda de Inteligência Artificial para perceber as condições ambientais e de trânsito e indicar qual a rota com menos curvas perigosas e reduzir os pontos com mais probabilidades de acidente.

Para juntar à nova vaga de sistemas de Inteligência Artificial, a Google trouxe a IA para o Maps de forma a conseguir dar indicações em espaços interiores (isso mesmo, Google Maps dentro de edifícios). Esta ferramenta poderá ser bastante útil em locais enormes onde se torna complicado perceber onde se encontra o local exato de que estamos à procura. Isto aliado ao Live View, a circulação será facilitada com recurso à Realidade Aumentada.

Google

No que diz respeito ao Maps, houve outras novidades como por exemplo as novas ruas detalhadas que permitem ver onde se encontram semáforos e passadeiras diretamente no mapa, e a indicação de zonas com muita gente, de forma a que seja possível evitar multidões, tendo em conta as precauções que é necessário tomar ultimamente.

Fusão entre o Wear OS e o Tizen

A junção entre os gigantes dos smartwatches já era esperada, e foi confirmada nesta Google I/O. A Samsung junta o seu Tizen ao Wear OS da Google criando assim uma plataforma unificada de wearables que, juntando ainda à Fitbit, adquirida pela Google em 2019, permite fazer frente à gestão e monitorização da saúde que a concorrente Apple apresenta atualmente.

Apresentação do Android 12

Foi um dos pontos altos da conferência da Google, principalmente devido às grandes mudanças visuais que foram apresentadas no Material Design do Android, trazendo muitas alterações ao nível da interface do utilizador e também da segurança e privacidade.

Google MUM pretende mudar a forma como fazemos pesquisas

Google

De acordo com a Google, o MUM (Multitask Unified Model) poderá revolucionar as pesquisas que fazemos atualmente, dando sugestões e respostas tal como um profissional faria com base no conhecimento que tem e utilizando uma das mais avançadas IA da atualidade.

Utilizando como exemplo a possível utilização de umas botas por alguém que escalou o monte Adams e pretende agora escalar o monte Fuji, a ferramenta indica se as botas utilizadas anteriormente serão adequadas para utilizar num local diferente que, apesar da mesma altitude, apresenta condições climatéricas diferentes, e poderá então necessitar de um calçado diferente.