Era uma realidade para muito poucas empresas até à pandemia. Mas, o que é certo é que o teletrabalho chegou em força e veio para ficar – ainda que não se saiba bem em que condições.

Começou por ser uma realidade para freelancers ou para quem está ainda a começar o seu negócio, mas acabou por se tornar numa prática comum para todos os trabalhos que podem ser exercidos através de um computador.

Com mais ou menos tecnologias – e com uma pandemia pelo meio – os trabalhadores portugueses tiveram de se adaptar e as suas casas passaram a ser um misto de funções. São o local de trabalho, de descanso ou até de lazer (às vezes tudo na mesma divisão).

Se és daquelas pessoas que tem a possibilidade de trabalhar a partir de casa e ainda mais sorte se tens uma divisão em específico para o fazer, este é o artigo para ti. Caso não seja o teu caso, não te preocupes porque há algumas dicas que se podem aplicar.

Em primeiro lugar, é importante manteres uma agenda de tarefas a realizar. Provavelmente neste mundo cada vez mais digital, terás uma aplicação específica para o realizar ou então um caderno onde anotas o que tens para fazer.

De qualquer das formas, o importante é cumprires com os objetivos diários, semanais ou até mensais. Uma boa forma de manter a produtividade e que costuma ajudar, é ir riscando as tarefas realizadas do caderno ou da aplicação das tarefas.

De seguida, podes dividir o dia em várias partes – onde em cada uma realizas uma tarefa diferente. O importante é que seja o mais similar ao que farias se estivesses no escritório da empresa.

Podes também agendar as pausas. Lá por estares em casa não significa que não tens direito a descansar. Muito pelo contrário, até podes aproveitar o descanso para fazer algo mais produtivo como exercício físico, lanchar ou ver um episódio.

Deves manter o equilíbrio e nunca fazer pausas maiores do que as que farias no trabalho no escritório. A palavra chave é o equilíbrio entre as pausas e o horário de trabalho.

O teu trabalho não inclui trabalhar com redes sociais? Então, desliga as notificações, pelo menos durante o dia. As distrações em casa podem ser maiores do que no escritório e é importante minimizá-las ao máximo.

Se esta dica serve para qualquer pessoa que está em teletrabalho, a próxima vai ser um pouco mais específica. Tens um escritório, uma sala ou até um quarto onde passas menos tempos e podes pensar em transformá-lo num home office.

Aqui poderás investir numa nova mesa, cadeira ou até em decoração para o teu local de trabalho. O ideal será tentares ao máximo recriar o ambiente do escritório porque te ajudará a concentrar mais facilmente. Mas, importante é que te sintas confortável.

Assim que acabares o trabalho e se o fizeres numa divisão especial, desliga o computador e tenta não voltares a este espaço. As tentações de fazer algo fora do horário de trabalho que te peçam serão certamente menores.

E, claro que esta dica se aplica apenas a quem tem um horário de trabalho mais rigoroso – por exemplo das 9h às 17h. Se o teu trabalho tiver um horário flexível também vais ter de o ser com tarefas fora do expediente.

Poderia haver muito mais dicas, mas estas são, sem dúvida, as mais importantes e aquelas que deves tentar cumprir sempre que possível.