Já todos nos habituámos à publicidade no início dos vídeos do YouTube. É forma que a plataforma tem de se financiar e é com o valor arrecadado com essa publicidade que os criadores de conteúdo são remunerados. Mas, para quem consome muito YouTube, estar constantemente a ser confrontado com anúncios, não só no início, mas também no decorrer dos vídeos, pode ser muito irritante. Há uma forma de te livrares da publicidade: chama-se YouTube Premium e, neste artigo, vamos analisar quais as vantagens do serviço. Se vale a pena pagar pelo serviço? Diz-nos tu nos comentários.

YouTube Premium: o que é e quanto custa?

O YouTube Premium é o nome da versão paga do YouTube. Dá acesso a algumas funcionalidades como a remoção dos anúncios e o acesso ao YouTube Music. Mais a frente explicamos todas as vantagens do serviço.

Quanto a preços, há algumas opções. O valor normal, por pessoa, é de 8,49 €, sendo que tens um mês de oferta, para experimentar o serviço. Se fores estudante, tens direito a um desconto, ficando a mensalidade a 4,99 €, mediante, obviamente, a entrega de um comprovativo todos os anos. Além disso, existe ainda uma espécie de “pacote” família, a 12,99 €. Mas atenção, esta opção de família apenas permite a partilha da subscrição com cinco membros da família que moram na mesma casa.

Quais as vantagens do YouTube Premium?

Para perceber se vale a pena ou não pagar por este serviço vamos começar por analisar as vantagens, ou seja, o que é que é oferecido.

Vídeos sem publicidade

Estás em casa, a comer chocolates e batatas fritas o dia todo e decides que precisas de fazer algo pela tua saúde (e garantir que no final do confinamento continuas a caber na tua roupa). Vais ao YouTube, procuras um treino HIIT, perfeito para queimar calorias, vestes a roupa de desporto e começas a fazer a aula. Às tantas o vídeo interrompe para dar publicidade, esperas uns segundos e passas à frente. Voltas ao treino até que o vídeo volta a interromper com mais anúncios. Irritante, certo? Pois bem, aqui só tens duas soluções: ou procuras outro vídeo com menos publicidade ou aderes ao Premium.

A situação acima é um bom caso que descreve a utilidade do Premium, mas, em geral, para quem utiliza muito a plataforma de vídeos da Google, a subscrição pode fazer todo o sentido. Estar constantemente a ser interrompido com anúncios não é agradável e por mais que existam formas de barrar a publicidade no computador, nos outros dispositivos como smartphone, tablet ou TV, pode ser mais complicado. O Premium permite também a reprodução de vídeos sem anúncios no YouTube Kids.

Acesso ao YouTube Music

O YouTube Music é o serviço de streaming de música da Google, similar ao Spotify. Ou seja, podes usá-lo de forma gratuita, mas tens publicidade entre músicas. Caso optes pela versão sem publicidade do YouTube Music, ficas a pagar 6,99 € por mês. Mas se ativares o YouTube Premium (os tais 8,49 €) ficas também com acesso ao Music.

Download de vídeos

O Premium permite descarregar música e vídeos para ver offline, em situações em que não tenhas rede como no metro ou avião. Esses downloads ficam disponíveis 30 dias.

Ver em segundo plano

Com o YouTube Premium consegues reproduzir um vídeo ou música na app e, ao mesmo tempo, abrir outras aplicações ou desligar o ecrã.

E as desvantagens?

A grande desvantagem é o preço. O valor não é nada barato, principalmente porque não dá para dividir com amigos, como acontece com a Netflix, por exemplo. Portanto, respondendo à questão, se vale a pena ou não… depende. Valerá a pena para quem consome muito conteúdo do YouTube e não tem tanto interesse noutras plataformas de streaming. Caso contrário, para utilizadores esporádicos, o valor mensal acaba por ser um pouco elevado tendo em conta as (poucas) vantagens que oferece.